sexta-feira, 9 de setembro de 2011

De estatísticas do blog e outros babados

Estatísticas e mudanças

Hoje o blog completa 1 ano.  Vamos falar de algumas estatísticas.

Mas, primeiro, falemos das mudanças.

Amigos, confesso que pensei que fazer um blog era uma coisa mais simples. Dá trabalho. E para pessoas, como eu, que nunca tinham tido um blog antes, então, dá muito mais. Mesmo considerando que a experiência no geral foi positiva,  quero lhes avisar que, de hoje em diante, chegando na reta final do mestrado, trabalhando muito de dia, fazendo estágio docência a noite e precisando escrever mais para a pesquisa, o blog vai ter atualizações mais demoradas.

Normalmente, eu atualizava a cada 48 horas, ou até menos. A partir de hoje, serão duas vezes por semana, estourando. A maior parte dos posts, inclusive, já está programada até o final do ano. Entrarei aqui só de vez em quando para ver como andam as coisas. As férias também serão maiores e mais constantes: portanto, este aniversário de um ano de blog marcará também o início de um ritmo menos intenso de atualizações por aqui.

Estatísticas Gerais

Segundo as estatísticas do Google Analytics, durante este ano tivemos pouco mais de  70.000 visualizações de páginas (média de 5.833/mês ou 192/dia, aproximadamente).

O mês que obteve o maior número de visualizações  de página foi o de agosto de 2011 (9.144),  mas o mês de junho de 2011 foi o que recebeu o maior número de visitantes únicos: 1.031.

Dos 265 posts, o mais lido até hoje foi Lixo e Arte, 1.773 vezes. Estas visualizações foram obtidas graças a algumas dicas de SEO da Fernanda e do João para aumentar o tráfego. Por isso, por conta própria e desconsiderando este artifício tecnológico, os posts que considero mais populares são Xaxado Progressivo (610), Medicina Hindu (562), Mal-traçadas linhas (536), A Neve e o Mercado do Frio (534) e Sobre a Morte de Paulo Renato (522).

Comentários

Os comentaristas são um capítulo a parte. Há os que entram e comentam e os que entram, olham, mas preferem ficar calados. Considero o silêncio uma eloquente manifestação. O idioma dos calados.  Não bastasse os calados, entre os que comentam sobressaem-se os anônimos, meus mais fiéis colaboradores, e só em último lugar aparecem os que se identificam, esses poucos abnegados da identidade pós-moderna, a quem agradeço. Calados e anônimos:  também gosto de vocês.

Confesso que alguns posts que fiz pensei que seriam muito comentados, mas  me decepcionaram. Nessa categoria entram, por exemplo, o post sobre esse artista aqui que implantou uma orelha no braço, ou sobre Seu Agostinho, o Velho da Flauta, que particularmente considero um dos melhores textos que escrevi no blog.

Outros posts que fiz sem nenhuma pretensão, obtiveram mais sucesso no número de comentários, como o vídeo com a entrevista do Célio Turino. Mas, ainda assim, não consegui ultrapassar uma dezena de comentários em nenhum deles. Talvez fique para o próximo ano, já que publicarei menos e os posts ficarão disponíveis por mais tempo. O blog possui muita informação visual e o perfil de blogs assim é de poucos comentários mesmo. Alguns blogs famosos, inclusive, retiraram os comentários, deixando-os apenas para o Twitter.  É o caso de saber se blog sem comentário pode ser chamado de blog. Não foi o nosso caso, mas talvez isse ajude a explicar o baixo número de comentantes.

Destaque do ano

O grande destaque do ano foi nossa parceria com o Wikileaks, através da Carta Capital e da jornalista Natália Viana. Divulgamos com exclusividade algumas matérias sobre os vazamentos de documentos secretos do governo americano, antes mesmo que os maiores jornalões conservadores do Brasil (Globo e Folha de São Paulo). Aliás, esta histórica ação global do Wikileaks praticamente encerrou-se  na última semana, mas a análise dos 300.000 documentos secretos ainda não, como informa a Pública (Os momentos finais do Cablegate). 

Países visitantes

Dos visitantes que aqui passaram, a maioria veio do Brasil mesmo, claro. Veja o ranking:

1 - Brasil (45.813)
2 - EUA (2.626)
3 - China (2.057)
4 - Portugal (340)
5 - Alemanha (161)
6 - Reino Unido (115)
7 - Rússia (54)
8 - Japão (38)
9 - Argentina (34)
10 - Canadá (27)

A surpresa fica por conta do número de visitantes da Eslovênia, atualmente na 11ª posição (25 visualizações) mas que já esteve em 7º. Os chineses também merecem menção honrosa pelo terceiro lugar, pois esses 2.057 visitantes de olhos puxados vieram todos aqui em apenas três dias (!!!), quando publiquei esta foto  manipulada abaixo (vixi, será que eles virão de novo?):


Alemanha e Grã-Bretanha fazem uma bela disputa pelo 5º lugar, com a Alemanha se distanciando nas últimas semanas, mas ainda longe de ameaçar o 4o. lugar lusitano.  A Rússia, por sua presença constante em nossas páginas, já foi homenageada com alguns posts, como por exemplo o dos ladrões russos desastrados. Talvez por isso suas empresas de segurança continuem sempre a nos dar o prazer de sua presença. A França, por sua vez, é a principal ausência nesse  ranking,  lutando contra a surpreendente Eslovênia pelo modesto (no caso da França) 11º lugar. Mas, a grande decepção é o baixíssimo acesso africano, especialmente de nossos irmãos de Mozambique, homenageado com este divertidíssimo e pouco conhecido post: Frelimo


Mecanismos de origem e blogs parceiros

A grande maioria das pessoas que veio até aqui, procurou pelo blog através do serviço de buscas Google. Desses, uma parcela importante digitou diretamente o nome do blog na caixa de pesquisa. Objetivo que seria obtido mais facilmente assinando algum serviço de rss, ou mesmo seguindo o blog. Mas, como eles preferem buscar no Google a cada vez, considero importante saber um pouco mais sobre os mecanismos de indexação dessa multinacional da tecnologia que, aliás, visita o meu blog diariamente (a maquininha deles, lógico). Não nos esqueçamos que eles são capazes de tirar fotos do terreiro e da porta da casa da maioria dos cidadãos do mundo.

Essa empresa, que aliás também hospeda o blog, me mandou acessos significativos através de três dos seus principais serviços: O Google Images,  surpreendentemente, ficou em primeiro lugar, reforçando o caráter visual do blog, seguido de perto pelo serviço de busca convencional do Google e do Google Reader

Os sites/blogs que mais nos enviaram visitantes (excetuando as do buscador Google, visitas obtidas via dicas de SEO e as parcerias) foram: 


Foram também estes os blogs onde mais comentei. Então,  fica aí esta dica para outros blogueiros que querem aumentar seu número de visitas.

Obrigado e até logo

Para você que sempre entra aqui e também aos que entram só de vez em quando, o meu sincero obrigado.

E continuem vindo, visitando e comentando, pois o blog não acabou. Apenas mudou de pulso. O andamento agora é molto andante.

Até breve.

7 comentários:

Fernanda Braga disse...

Olá Doutor Sujeira! Parabéns pelo aniversário do blog! Ah, e pelas estatísticas tambén, hein? Depois de citar eu e João, nós poderemos colocar o blog no nosso portfólio, como case em serviço de consultoria, hehe. Valeu! Abs!

Doutor Sujeira disse...

Valeu Fernanda! Mas tome cuidado que o case ainda pode desgringolar. rsrs.

João disse...

Meus parabéns Doutor Sujeira! Que o próximo ano de vida deste blog supere suas expectativas.

Anônimo disse...

Do vzdelávania potrebujeme naliať toľko peňazí, ako v ostatných civilizovaných krajinách. Priznajme si už konečne, že všetko sa odvíja. Nie sú to len platy, ale aj opravy budov, učebnice, digitálne prostriedky atď, skonštatovala.

Anônimo disse...

doutor sujeira parabéns por um ano! não deve ser fácil, mas isso de postar com antecedência, não faz perder o pulso, o instante, o nowhere?
como li outro dia:

nowhere
no where

tem muita sujeira pra se fazer por aí, como disse brecht, tanta sujeira por aí e a moça preocupada em limpar as unhas...
ou coisa parecida....
grande abraço

Doutor Sujeira disse...

Po podrobné vysvětlení mé myšlenky na toto téma. Myslím, že trochu brzy o tom mluvit teď. Nicméně, plat a vzdělání ruku v ruce. Hudba je vysoká jsem neslyšel správně.

Doutor Sujeira disse...

O pulso tá muito acelerado, anônimo.